Posts anteriores

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

A Gerdau (GGBR4) teve lucro líquido de R$ 75 milhões no segundo trimestre.

O grupo siderúrgico Gerdau teve lucro líquido consolidado ajustado de 147 milhões de reais no segundo trimestre, queda de 20 por cento ante o resultado positivo de um ano antes, impactada por maiores despesas financeiras geradas por variação cambial.

Resultado de imagem para gerdau
Sem ajustes, a companhia teve lucro líquido consolidado de 75 milhões de reais no segundo trimestre, queda de 5 por cento na comparação anual. 

Segundo a companhia, o lucro foi ajustado por conta da perda contábil gerada pela desconsolidação da operação da Colômbia, que passou a ser considerada uma empresa de controle compartilhado a partir de junho, com conclusão da venda de 50% de participação na Gerdau Diaco para Putney Capital Management.

Resultado de imagem para gerdau
“A melhora do nosso desempenho frente ao primeiro trimestre se deve à recuperação de nossos principais mercados e aos esforços de gestão que seguem em curso em todas as operações. No período analisado, conseguimos reverter o prejuízo, gerar fluxo de caixa livre positivo, reduzir despesas e manter estável o nível de endividamento. Ao longo dos próximos trimestres, continuaremos trabalhando para melhorar a nossa performance, buscando ampliar a rentabilidade e a geração de valor para nossos acionistas”, destacou, em nota, o presidente da Gerdau, André Gerdau Johannpeter.
Resultado de imagem para gerdau

A empresa apurou geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 1,12 bilhão de reais de abril a junho, queda de 6,7 por cento ante igual intervalo do ano passado.

As ações da companhia exibiam valorização de 0,5 por cento às 10:38, enquanto o Ibovespa .BVSP> tinha queda de mesma proporção.
Resultado de imagem para gerdau
"O mercado interno apresentou redução no segundo trimestre quando comparado com o mesmo período do ano passado, principalmente, pelas menores vendas de aços longos devido ao baixo nível de atividade na construção civil. Já nas exportações, a queda dos volumes vendidos ocorreu por menores oportunidades no mercado internacional", afirmou a companhia no balanço.

Investimentos

Os investimentos da Gerdau no segundo trimestre do ano somaram R$ 195 milhões, queda de cerda de 40% ante o visto um ano antes. Na primeira metade do ano, os investimentos somaram R$ 432 milhões, recuo de 47% em relação a igual intervalo do ano passado.
Resultado de imagem para gerdau
Para 2017, a última previsão era de desembolsos de R$ 1,3 bilhão, em linha com o investido no ano passado.

Do total investido no segundo trimestre, 33,4% foram destinados para a operação Brasil, 34,3% para a operação América do Norte, 18,5% para a operação América do Sul e 13,8% para a operação Aços Especiais.

A Gerdau destaca que na Argentina, em junho, foi iniciada a produção de sua nova aciaria. O investimento de R$ 786 milhões, que teve começo em 2014, foi concluído este ano. A capacidade instalada da aciaria é de 650 mil toneladas por ano e o foco é o atendimento da demanda do mercado interno do País.
Resultado de imagem para gerdau
A Gerdau teve queda anual de 12,6 por cento nas vendas de aço do segundo trimestre, para 3,71 milhões de toneladas. A produção caiu 5 por cento, para 4,1 milhões de toneladas.

Com o recuo nas vendas em volume, a receita líquida da empresa teve baixa de 10,6 por cento no período, para 9,17 bilhões de reais. O custo das vendas recuou em 10,2 por cento, a 8,23 bilhões de reais.

O grupo siderúrgico terminou junho com relação de dívida líquida sobre Ebitda de 3,6 vezes, mesmo nível do registrado ao final do segundo trimestre do ano passado e ligeiramente acima do patamar de 3,5 vezes apurado no fim de março deste ano. 

A alavancagem da Gerdau, medida pela razão da dívida líquida pelo Ebitda, subiu a 3,6 vezes no segundo trimestre deste ano, ante 3,5 vezes anotados em março deste ano e no fim do ano passado.
Resultado de imagem para gerdau
A dívida líquida ao fim de junho era de R$ 14,534 bilhões, aumento de 2% ante o visto no fim de março e estável ante o fim do ano passado (R$ 14,495 bilhões).

Ao fim de junho, a companhia informou que 21% da dívida bruta era de curto prazo e o restante de longo prazo. “Cabe destacar que, uma parcela importante do circulante refere-se ao Bond 2017 (R$ 2,6 bilhões), com vencimento em outubro de 2017, e que a companhia possui disponibilidade de caixa e linha de crédito mais que suficiente para honrar este compromisso”, destaca a Gerdau no documento que acompanha o seu demonstrativo financeiro. A siderúrgica gaúcha diz, ainda, que existe a alternativa de refinanciar de forma total ou parcial essa dívida.
Resultado de imagem para gerdau
Resultado financeiro

Especialmente por conta da variação cambial, a Gerdau apresentou uma perda financeira de R$ 505 milhões no segundo trimestre do ano, ante R$ 23 milhões um ano antes. No primeiro trimestre a companhia registrou um ganho financeiro de R$ 54 milhões.

Ainda em junho a companhia apresentou aumento de seu capital de giro de R$ 7,5 bilhões em março para R$ 7,9 bilhões em junho, ainda por conta da desvalorização do real.

Venda de aço

A venda de aço pela Gerdau no segundo trimestre do ano somou 3,707 milhões de toneladas, queda de 12,6% ante o mesmo intervalo do ano anterior. Em relação ao registrado nos primeiros três meses do ano o aumento foi de 3,2%.
Resultado de imagem para gerdau
Já a produção de aço bruto no intervalo de abril a junho ficou em 4,09 milhões de toneladas, recuo de 5% na relação anual e aumento de 1,8% na relação trimestral.

Na operação Brasil a produção de aço bruto somou 1,545 milhão de toneladas, queda de 6,6% ante o mesmo intervalo do ano anterior e aumento de 4,3% ante os três primeiros meses do ano. As vendas de aços longos foram de 1,074 milhão de toneladas, queda de 10,4% na relação anual e aumento de 10,4% ante o trimestre imediatamente anterior.

Ainda novata nesse mercado, a Gerdau teve vendas de aço plano no segundo trimestre de 2017 de 307 mil toneladas, queda de 28,6% ante o segundo trimestre de 2016, porém aumento de 7,7% sobre os três primeiros meses do ano.
Resultado de imagem para gerdau
As vendas totais da operação Brasil foram de 1,381 milhão de toneladas, queda de 15,2% na relação anual e aumento de 8,3% ante os três primeiros meses do ano.

“O mercado interno apresentou redução no segundo trimestre quando comparado com o segundo trimestre de 2016, principalmente pelas menores vendas de aços longos devido ao baixo nível de atividade na construção civil. Já nas exportações, a queda dos volumes vendidos ocorreu por menores oportunidades no mercado internacional”, destaca a companhia no documento que acompanha o seu demonstrativo financeiro.
Resultado de imagem para gerdau

América do Norte

Na operação da América do Norte da Gerdau as vendas de aço somaram 1,563 milhão de toneladas, queda de 4,9% ante o registrado um ano antes e leve aumento de 0,2% em relação ao primeiro trimestre do ano. Segundo a companhia, essa queda ocorreu porque houve antecipação de vendas no primeiro trimestre deste ano por conta do aumento de preços que foi anunciado. Além disso, na região, segundo a Gerdau, ainda existe pressão de produtos importados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários...